Menu

Versão
impressa

Edição impressa
Menu
Busca

Coronavírus

Cancelamento das Olimpíadas é ‘inconcebível’, afirma ministra japonesa

Até o momento, a data definida para o começo dos Jogos de Tóquio 2020 é em 24 de julho

11.03.20 10:55

No Japão, o número de infectados pelo coronavírus chegou a 581 nesta quarta-feira (11) (AFP)

No Japão, o número de infectados pelo coronavírus chegou a 581 nesta quarta-feira (11) (AFP)

Em meio a uma epidemia causada pelo novo coronavírus (Covid-19), a ministra japonesa dos Jogos Olímpicos, Seiko Hashimoto, afirmou que é “inconcebível” adiar ou cancelar os Jogos de Tóquio 2020, que tem previsão de início no dia 24 de julho e vão até 9 de agosto.

"Do ponto de vista dos atletas, quando se preparam para este evento que acontece uma vez a cada quatro anos (...) é inconcebível cancelar ou adiar", afirmou Hashimoto no Parlamento. No entanto, a ministra enfatizou que a escolha final deverá ser tomada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI). 

No Japão, o número de infectados pelo coronavírus chegou a 581 nesta quarta-feira (11), com 12 vítimas fatais. Em outros países asiáticos, o número é muito superior, como a China, epicentro da doença com quase 81 mil casos, e a Coreia do Sul, com 7 mil.
 

DESTAK EDITORA S.A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização expressa. Copyright – Termos de uso