Menu

Versão
impressa

Edição impressa
Menu
Busca

Libertadores da América

Em duelo sem torcedores, Santos bate o Delfín

Time de Jesualdo não repete a mesma atuação dos últimos jogos, mas vence a segunda na Libertadores e dispara na liderança do grupo

10.03.20 20:07

Lucas Veríssimo marcou o único jogo do duelo na vazia Vila Belmiro (Mauro Horita/Folhapress)

Lucas Veríssimo marcou o único jogo do duelo na vazia Vila Belmiro (Mauro Horita/Folhapress)

O Santos não encantou, mas fez o suficiente para derrotar o Delfin por 1 a 0, nesta terça-feira (10), na Vila Belmiro, pela Libertadores da América, e disparar na liderança do grupo G, com seis pontos. O Olimpia, que nesta quarta-feira (11) recebe o Defensa y Justicia, é o segundo colocado da chave, com apenas um ponto.
Realizado com portões fechados por causa de uma punição de 2018 na eliminação diante do Independiente, o confronto pouco empolgou. A  torcida, que não pode comparecer, foi poupada de acompanhar uma  partida de baixo nível técnico.
Apesar de dominar as ações no começo da partida e construir as principais jogadas, o Santos não definiu e deixou o Delfin incomodar. O alvinegro só conseguiu balançar as redes aos 29 do 1º tempo, em lance de bola parada.
Sánchez cobrou falta e Lucas Veríssimo subiu para cabecear para fazer o único gol da partida. O próprio Sánchez quase fez o segundo em chute de fora da área no final da primeira etapa.
Com o passar do tempo, o rtimo da partida caiu e ficou sofrivel. O Santos não conseguiu ter a mesma intensidade dos últimos jogos contra uma equipe que é mera figurante na Libertadores.

DESTAK EDITORA S.A. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização expressa. Copyright – Termos de uso