Você está em: São Paulo > São Paulo > Autônomos: agosto tem maior parcela desde 2006

<< voltar próxima matéria >>

São Paulo

Autônomos: agosto tem maior parcela desde 2006

12 de Outubro de 2017

A proporção de trabalhadores autônomos na Região Metropolitana de São Paulo no mês de agosto foi a maior já registrada para o mês desde 2006.

O último levantamento da PED (Pesquisa Emprego e Desemprego) da Fundação Seade/Dieese mostra que a taxa de autônomos está em 18,1% da população economicamente ativa. A medida é a mesma que foi aferida em agosto, 11 anos antes.

Entretanto, o índice é o segundo maior deste ano, perdendo apenas para o mês de julho - quando o aferido foi 18,4%.

"Historicamente, em períodos de crise e em que as taxas de desemprego estão altas, este tipo de atuação tende a aumentar, porque torna-se uma saída para a geração de renda das famílias", explicou a economista da Fundação Seade, Márcia Guerra.

A pesquisa mostra que o número de desempregados em agosto na Grande São Paulo era de 1,9 milhão de pessoas. O número é 3,9% maior do que o computado no mesmo mês do ano passado. O contingente de pessoas sem emprego na região é de 17,9% da população economicamente ativa.

"O principal segmento com elevação foi o dos autônomos que trabalham diretamente para o público, como vendedores ambulantes, pedreiros e marceneiros. Isso porque nem mesmo as empresas têm elevado a contratação de serviços terceirizados neste período", avaliou a economista.

Aumento da frota

As frotas de guinchos e micro-ônibus no Estado de São Paulo foram as que registraram a maior elevação em julho deste ano, sobre o mesmo período de 2016.

Dados do Detran mostram que o registro deste tipo de veículos obteve elevação de 4,3%.

Para o professor e especialista em mobilidade da Universidade Presbiteriana Mackenzie Campinas, Luiz Vicente Figueira de Melo, o cenário também pode ser associado ao período de crise econômica enfrentado pelo país.

"Você tem uma oferta maior para prestar socorro, já que com a crise há uma redução drástica de carros novos, e as pessoas postergam a manutenção preventiva de seus veículos usados, o que acarreta em paradas não programadas [quebras]", explicou.

Autônomos: agosto tem maior parcela desde 2006
0
350003


PUBLICIDADE

COD1141_conversordevinil_315x260_gif