Você está em: São Paulo > Rio > Empresas assumem serviços públicos na zona portuária

<< voltar

Rio

Empresas assumem serviços públicos na zona portuária

14 de Junho de 2011

O consórcio Porto Novo, formado por OAS, Carioca Engenharia e Odebrecht, assume hoje os serviços públicos em uma área de 5 milhões de m² da zona portuária, fazendo coleta de lixo, troca de iluminação, poda de árvores e operação de trânsito.

As empresas do consórcio farão obras do projeto Porto Maravilha. Só água, luz e gás continuam com Cedae, Light e CEG.

Pelo mesmo projeto, um fundo criado pela Caixa Econômica Federal arrebatou ontem, em leilão, todas as unidades para construção habitacional no valor total de R$ 3,5 bilhões.

No domingo, a implosão de um moinho fecha o trânsito no viaduto do Gasômetro das 6h30 às 9h30.

Moinho desativado no acesso à ponte e à av. Brasil será implodido

angelo cuissi/destak
0
99942


PUBLICIDADE

COD1120_Drone com camera_315x260_gif

PUBLICIDADE

COD1141_conversordevinil_315x260_gif