Você está em: São Paulo > Mundo > EUA e Israel saem de órgão da ONU

<< voltar próxima matéria >>

Mundo

EUA e Israel saem de órgão da ONU

12 de Outubro de 2017

Os EUA e Israel comunicaram, ontem, a saída da Unesco, organização da ONU para Educação, a Ciência e a Cultura, acusando o órgão com sede em Paris de ser "anti-israelense".

A porta-voz do Departamento de Estado americano, Heather Nauert, anunciou que Washington deixará a instituição efetivamente em 31 de dezembro de 2018, de acordo com as normas constitutivas da Unesco.

No comunicado, Nauert afirma que os EUA defendem uma reforma na instituição e cita o "contínuo preconceito contra Israel" como motivo para a saída.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, continuará trabalhando com o governo Trump apesar das diferenças, disse ontem o porta-voz da organização, Farhan Haq. Guterres "lamenta profundamente" a decisão.

Israel indicou sua saída depois do comunicado de Washington, qualificando a Unesco como "teatro do absurdo, onde se deforma a história, em vez de preservá-la".

Os anúncios dos EUA e Israel chegam em meio à decisiva eleição do sucessor de Irina Bokova, secretária-geral do órgão.

Em julho, a Unesco declarou a cidade antiga de Hebron, lar de milhares de palestinos e de centenas de colonos israelenses, na Cisjordânia ocupada, como uma "zona protegida" do patrimônio mundial em risco. Poucos meses antes, a organização já havia identificado Israel como uma força de ocupação em Jerusalém.

Essa não é a primeira vez que os EUA deixam a Unesco. O país saiu entre 1984 e 2003, e depois suspendeu sua contribuição financeira em 2011, após a admissão da Palestina como Estado-membro.

EUA e Israel saem  de órgão da ONU
0
350008


PUBLICIDADE

COD1141_conversordevinil_315x260_gif