Você está em: São Paulo > Mundo > Ataques do EI deixam 123 mortos

<< voltar próxima matéria >>

Mundo

Ataques do EI deixam 123 mortos

17 de Fevereiro de 2017

O grupo extremista Estado Islâmico reivindicou a autoria de dois atentados ontem. Em Bagdá, um ataque com carro-bomba deixou cerca de 51 mortos. No Paquistão, ao menos 72 pessoas morreram em atentado suicida em um templo sufista.

O ataque na capital iraquiana, em um bairro do sudoeste da cidade, área com concessionárias de automóveis, foi o mais violento realizado na cidade desde o início do ano. Segundo o ministério do Interior, outras 60 pessoas ficaram feridas.

O Iraque sofre com frequentes ataques do EI, desde que lançou uma ofensiva, em outubro de 2016, contra o grupo extremista para recuperar a cidade de Mossul.

Este foi o terceiro ataque realizado apenas nesta semana. Na terça-feira (14), um carro-bomba explodiu, deixando quatro mortos no mesmo bairro. No dia seguinte, um atentado suicida fez mais 11 vítimas.

Paquistão

Também ontem, o grupo Estado Islâmico assumiu a responsabilidade pelo ataque suicida no santuário sufista de Lal Shahbaz Qalandar, na província Sindh.

Na explosão, ao menos 72 morreram, e mais de 150 pessoas ficaram feridas. O hospital mais próximo fica a 130 km do local, o que dificultou o resgate.

De acordo com a polícia local, o suspeito acionou os explosivos dentro do templo, que estava cheio por ser um dia de orações sagrado para a comunidade.

O primeiro-ministro paquistanês, Nawaz Sharif, declarou que o ataque contra os sufitas era considerado uma "ameaça direta".

Apesar da melhora em relação à segurança no país nos últimos dois anos, uma série de atentados reivindicados em sua maioria pelos talibãs paquistaneses ocorreu nesta semana. Entre os ataques está um atentado suicida em Lahore, que matou 13 pessoas.

Ataques do EI deixam 123 mortos
0
329003


PUBLICIDADE

COD1120_Drone com camera_315x260_gif

PUBLICIDADE

COD1141_conversordevinil_315x260_gif