Você está em: São Paulo > Diversão & Arte > Um musical que é uma gracinha

<< voltar próxima matéria >>

Diversão & Arte

Um musical que é uma gracinha

10 de Outubro de 2017

Da infância humilde em Taubaté (SP) até o posto de rainha da televisão brasileira, as fases da trajetória de Hebe Camargo chegam ao palco do teatro Procópio Ferreira. "Hebe, o Musical" estreia amanhã, e tem temporada até 17/12.

Baseada em "Hebe: a Biografia", escrita por Artur Xexéo, a peça tem direção de Miguel Falabella. Carol Costa interpreta a apresentadora na juventude, e Débora Reis faz a fase adulta.

Montada como se fosse um programa televisivo dos anos 1960, a peça começa na infância da apresentadora. Vê sua relação com os pais; o começo na TV, participando de programa de calouros; e sua experiência como cantora de rádio.

Depois, mostra sua pequena jornada na TV Tupi, e o trauma que a fez parar de cantar.

A vida pessoal também entra em cena, passando por sua amizade com Lolita Rodrigues (Renata Ricci) e Nair Bello (Renata Brás), seus casamentos, a carreira no SBT, o momento em que virou porta-voz da luta contra a corrupção e até a história do "selinho" que dava em seus convidados, ação que marcou sua carreira.

Assim como Hebe, a produção do musical também é grandiosa. Reúne 21 atores e uma orquestra formada por nove músicos. O grupo apresenta canções que marcaram a vida da apresentadora paulista, que morreu em 2012, aos 83 anos.

Tel. 4003-1212

Amanhã a 17/12. Quintas e sextas, 21h; sábados, 17h e 21h; domingos, 18h. R$ 50 a R$ 190

ingressorapido.com.br

Um musical que é uma gracinha
0
349798


PUBLICIDADE

COD1141_conversordevinil_315x260_gif