Você está em: São Paulo > Diversão & Arte > Coldplay fará shows no Brasil em novembro

<< voltar próxima matéria >>

Diversão & Arte

Coldplay fará shows no Brasil em novembro

19 de Junho de 2017

Mais uma banda começa a tornar a vinda ao Brasil um hábito. Apenas um ano e meio após sua última visita, o Coldplay retorna ao país. O grupo britânico chega na primeira quinzena de novembro. Cidades e locais das apresentações estão sendo definidos.

O trabalho mais recente do Coldplay é o single "All I Can Think About Is You". A faixa deve integrar o EP "Kaleidoscope", previsto para ser lançado em julho. Recentemente, a banda divulgou também a canção "Something Just Like This", parceria com o duo de música eletrônica The Chainsmokers.

Em 2016, o Coldplay veio à América do Sul para mostrar ao vivo material do então recente álbum "A Head Full of Dreams", lançado no ano anterior. Aquela etapa da turnê começou no dia 31 de março, com um show no estádio Unico de La Plata, na Argentina.

A banda ainda passou por Santiago (no Chile) e Lima (Peru) antes de abrir a fase brasileira da viagem com uma apresentação em São Paulo, no dia 7 de abril, no Allianz Parque. O público do Rio também viu o grupo no palco, no dia 10. A temporada sul-americana terminou em Bogotá (Colômbia), no dia 18 daquele mês.

O grupo, que tem à frente o vocalista Chris Martin, 40, sempre lota estádios aqui. Mas antes de voltar, o quarteto cumpre agenda de shows na Europa (até julho) e EUA (agosto a outubro).

Aposta

O retorno do Coldplay é uma aposta da Live Nation, gigante americana do showbusiness que em 2017 passou a atuar no Brasil sem a antes exclusiva parceria com a produtora paulista Time For Fun. A companhia descarrega no país os maiores artistas (em termos de potencial de público) que tem sob sua tutela para turnês. O U2, que vem em outubro, é outro que desembarca com chancela da empresa.

O U2 teve o primeiro show da nova vinda, marcado para São Paulo, no dia 19 de outubro, no Morumbi, esgotado em poucas horas. Uma data extra foi anunciada para 21/10, com venda a partir desta quinta.

Mas não só shows em estádios estão na pauta da Live Nation para o Brasil. O melhor exemplo é a turnê brasileira do cantor Harry Styles, um dos integrantes do grupo One Direction, que acontece em maio de 2018. A venda abriu ontem, quase um ano antes. Em São Paulo, onde ele se apresenta no Espaço das Américas (capacidade: 7.450 pessoas), os ingressos para compra on-line acabaram em quatro horas, segundo a produção da casa.

Congestionamento

A ação da Live Nation alimenta a já congestionada agenda de shows internacionais do Brasil, no segundo semestre. Somando-se ao que outras grandes produtoras também colocam nos palcos, o país terá desde megafestivais, como Rock in Rio e SP Trip, e festivais de médio porte, como Popload; até apresentações de popstars de primeira linha, como Paul McCartney (outubro), John Mayer (outubro) e Bruno Mars (novembro), além de bandas como Green Day (veja mais sobre a vinda do grupo nesta página) e Depeche Mode (março de 2018). Antes de tudo isso, ainda tem a cantora americana Ariana Grande, 23, que chega no final de junho.

Também não faltam artistas gringos vindo por outras empresas para espaços menores, como Mr. Big e Hanson, que têm passagens reservadas para agosto; Zucchero e Helloween, atrações com shows em outubro.

É um cenário curioso, que, a princípio, parece esnobar a crise econômica que assola o país em outros setores.

Coldplay fará shows no Brasil em novembro
0
338991


PUBLICIDADE

COD1141_conversordevinil_315x260_gif