Você está em: São Paulo > Campinas > Projeto pretende liberar acesso de doula a hospital

<< voltar

Campinas

Projeto pretende liberar acesso de doula a hospital

14 de Junho de 2013

Um projeto que pretende obrigar as maternidades, casas de parto e estabelecimentos hospitalares, privados ou públicos, a permitir a presença de doulas durante o parto das gestantes foi protocolado, ontem, pelo vereador Pedro Tourinho (PT).

Em agosto passado, a Maternidade de Campinas restringiu a entrada de doulas na sala de cirurgia por causa de uma lei federal, que permite a entrada de apenas um acompanhante no centro cirúrgico. A decisão gerou reações e um abaixo assinado foi entregue ao hospital. Em janeiro, a Maternidade abriu o cadastro para 15 vagas.

As doulas são pessoas que acompanham mulheres durante a gravidez e as auxiliam antes, durante e logo depois do parto. O exercício ainda não é reconhecido como profissão. "A profissão foi apenas regulamentada como ocupação", afirmou Renata Olah. Para ela, o projeto, se aprovado, vai ajudar a oficializar a atividade.

Segundo Renata, poucos hospitais permitem a entrada da doula e de mais um acompanhante durante o parto. "Aqui ainda tem muita restrição. Os hospitais encaram a doula como uma acompanhante, mas nós fazemos parte da equipe", acredita.

De acordo com Tourinho, o trabalho dessas profissionais colabora para a humanização do parto. "O projeto faz parte de um movimento pela qualidade do parto. A doula é uma figura histórica e o trabalho delas é confirmado ser bastante positivo", disse o vereador.

0
198116


PUBLICIDADE

COD1141_conversordevinil_315x260_gif