Você está em: São Paulo > Campinas > Dólar em alta eleva em 20% os gastos do HC da Unicamp

<< voltar

Campinas

Dólar em alta eleva em 20% os gastos do HC da Unicamp

20 de Outubro de 2015

O HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp aumentou em 20% os gastos mensais com compras de equipamentos e insumos, em razão da alta do dólar. Segundo a administração da unidade, atualmente são gastos R$ 12 milhões mensais para aquisição dos materiais, no início do ano, o valor não ultrapassava R$ 10 milhões.

Em algumas licitações do primeiro semestre, a cotação de equipamentos era de R$ 4 milhões, o valor subiu para R$ 11 milhões. O montante para comprar um equipamento de ultrassom, por exemplo, subiu de R$ 150 mil para R$ 250 mil. Diariamente o hospital atende 2,5 mil pacientes e realiza entre 50 e 60 cirurgias.

A coordenação da unidade informou que até o início do ano que vem não há risco de cancelar as cirurgias, que já estão agendadas, ou suspender o atendimento.

"60% dos materiais que compramos no HC têm alguma relação com o dólar, seja na produção ou importação", declarou o coordenador administrativo do HC, José Roberto Matos Souza.

A direção informou que há estoque suficiente de materiais descartáveis, catéter, fios para sutura e outros equipamentos para fazer cirurgias até janeiro.

Renovação

De acordo com a administração do hospital, as áreas de oncologia, ultrassonografia e anestesia teriam os equipamentos trocados este ano. O orçamento previa investimento nesse setor de R$ 7,2 milhões, o que não deve acontecer. "Esse valor está pelo menos 70% mais alto, não podemos trocar nossos equipamentos e melhorar o atendimento, uma vez que corremos o risco de não ter dinheiro suficiente para atender todos os pacientes que vêm à unidade diariamente", disse Souza.

Dólar em alta eleva em 20% os gastos  do HC da Unicamp
0
285531


PUBLICIDADE

COD1120_Drone com camera_315x260_gif

PUBLICIDADE

COD1141_conversordevinil_315x260_gif