Você está em: São Paulo > Brasil > Temer cria força-tarefa para fiscalizar frigoríficos

<< voltar próxima matéria >>

Brasil

Temer cria força-tarefa para fiscalizar frigoríficos

19 de Março de 2017

O presidente da República, Michel Temer, anunciou ontem a criação de uma força-tarefa dentro do Ministério da Fazenda para acelerar as auditorias das empresas investigadas na fraude desbaratada pela Operação Carne Fraca, da Polícia Federal. O governo federal quer informar quais países receberam produtos supostamente adulterados e de quais empresas eles tiveram origem.

Temer reuniu embaixadores dos países importadores de carnes do Brasil para tentar tranquilizar o mercado. "Decidiu-se acelerar o processo de auditoria nos estabelecimentos citados na investigação da Polícia Federal que são, na verdade, 21 unidades no total. Três dessas unidades foram suspensas e todas as 21 serão imediatamente colocadas sob regime especial de fiscalização a ser conduzida por força-tarefa do Ministério da Agricultura", declarou o presidente , que ainda convidou os embaixadores a irem a uma churrascaria no intuito de provar a boa qualidade da carne.

Segundo Temer, das 21 unidades investigadas, seis exportaram carnes nos últimos 60 dias. Ainda de acordo com o presidente, o ministério da Agricultura informará quais países receberam os produtos, quais os produtos recebidos e a origem por empresa.

Na última sexta-feira, a Polícia Federal deflagrou a Operação Carne Fraca, que investiga o envolvimento de fiscais do Ministério da Agricultura em um esquema de liberação de licenças e fiscalização irregular de frigoríficos.

Alguns dos principais grupos do setor no país estão na mira da operação, como o BRF, que detém as marcas populares Sadia e Perdigão, e o JBS, que opera com Seara, Swift, Friboi e Vigor.

Temer cria força-tarefa para fiscalizar frigoríficos
0
331198


PUBLICIDADE

Corrida TV+ Destak - Etapa São Caetano do Sul

PUBLICIDADE

COD1141_conversordevinil_315x260_gif