Você está em: São Paulo > Brasil > Planalto sobe o tom às vésperas da análise de suspeição de Janot

<< voltar próxima matéria >>

Brasil

Planalto sobe o tom às vésperas da análise de suspeição de Janot

12 de Setembro de 2017

Às vésperas do julgamento do pedido de suspeição do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, Michel Temer disse que no Brasil "cada um quer derrubar o outro, cada um quer derrotar o outro, cada um quer encontrar um caminho para verificar como é que atrapalha o outro". O pedido foi feito pela defesa do presidente. A declaração foi dada antes da notícia de abertura de novo inquérito contra ele no STF.

Pouco antes do discurso do presidente - após evento com empresários - a Secretaria de Comunicação do Planalto divulgou uma nota criticando falsos testemunhos e vazamentos de informações sigilosas. "Facínoras roubam do país a verdade. Bandidos constroem versões 'por ouvir dizer' a lhes assegurar a impunidade ou alcançar um perdão, mesmo que parcial, por seus inúmeros crimes", diz o comunicado, divulgado após o envio do relatório da PF sobre o inquérito que investiga a atuação do "quadrilhão" do PMDB da Câmara. O documento aponta indícios de organização criminosa que envolve o presidente, ministros e ex-ministos. Temer nega ilicitudes.

0
347092


PUBLICIDADE

COD1141_conversordevinil_315x260_gif