Você está em: São Paulo > Brasil > Média de escolaridade do Brasil decepciona

<< voltar próxima matéria >>

Brasil

Média de escolaridade do Brasil decepciona

15 de Março de 2013

Alunos brasileiros ficam 7,2 anos em média nas salas de aula; ministro diz que dados estão defasados

O IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) referente a 2012, elaborado pelo Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) e divulgado ontem, não trouxe motivos para muita comemoração no Brasil. O país ficou na mesma classificação de 2011 - 85º lugar - no ranking geral e mostrou ter a menor média de escolaridade entre os países da América do Sul.

Os brasileiros passam 7,2 anos na escola, de acordo com o Pnud (que, por questões metodológicas, usou dados referentes a 2010). O melhor colocado entre os sul-americanos foi o Chile (9,7 anos em média). Os Estados Unidos têm a maior média mundial - 13,3 anos.

O estudo destacou o aumento de investimento em educação e destaca ainda o programa de bolsa de estudos do Brasil e campanhas de alfabetização. O Ministério da Educação, no entanto, questionou o resultado e disse que pedirá ao Pnud que revise os dados.

"Desconsideraram 4,6 milhões de crianças na escola, crianças que nós sabemos o nome, sabemos onde estudam, sabemos quem são os pais e as mães. Não consideraram estatísticas públicas confiáveis", disse o ministro Aloisio Mercadante, de acordo com o site G1.

Ranking geral

O Brasil ficou em 85º lugar na classificação geral, atrás de países como Argentina (45º) Cuba (59º) e México (61º). O IDH é composto por três elementos: renda, saúde e educação, e varia de 0 a 1 - quanto mais próximo do 1, mais alto o nível de vida. O campeão foi, de novo, a Noruega; na laterna ficou o Níger (186º). Segundo o Pnud, O Brasil continua à frente de emergentes como China (101ª), África do Sul (121ª) e e Índia (136ª).

0
184458


PUBLICIDADE