Você está em: São Paulo > Brasil > Aliados traçam plano para barrar avanço de denúncia da PGR

<< voltar próxima matéria >>

Brasil

Aliados traçam plano para barrar avanço de denúncia da PGR

18 de Junho de 2017

De olho na denúncia da Procuradoria-Geral da República, que deve ser apresentada ao Supremo Tribunal Federal nesta semana, aliados do presidente Michel Temer na Câmara estudam estratégias para barrar o avanço da ação. Uma das táticas consiste em escolher um deputado alinhado ao Palácio do Planalto para assumir a relatoria da denúncia, quando ela chegar à Comissão de Constituição e Justiça. Além disso, base do governo estuda esvaziar sessão de votação da denúncia pelo plenário da Casa.

No âmbito da CCJ, os nomes dos deputados Alceu Moreira (PMDB-RS) e Marcos Rogério (DEM-RJ) são cotados para assumir a relatoria. O objetivo é dar celeridade ao processo para evitar o desgaste do governo.

Já em plenário, a denúncia precisa conquistar o apoio de pelo menos 342 dos 513 deputados para avançar. Assim, se Temer conseguir que 172 parlamentares não compareçam à sessão ou votem pela rejeição da denúncia, o caso é arquivado.

Viagem

Temer embarca no final da manhã de hoje para a Rússia, e de lá segue para Noruega. O retorno para o Brasil está marcado para sábado (24). Antes de partir, no entanto, o peemedebista promete entrar com uma ação contra o empresário Joesley Batista, da JBS, em virtude da publicação de uma entrevista em que chama Temer de "chefe da quadrilha mais perigosa do Brasil".

Enquanto estiver fora, o comando do Planalto será exercido pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Temer gravou ontem um vídeo sobre sua viagem ao exterior. O material será divulgado hoje nas redes sociais.

Aliados traçam plano para barrar avanço de denúncia da PGR
0
338944


PUBLICIDADE

COD1141_conversordevinil_315x260_gif